Os nossos produtos sem fumo têm o potencial de ser menos nocivos para os fumadores que os adotam completamente e, por isso, de reduzir os efeitos nocivos do tabaco para a população em geral. Para se determinar o efeito provável que teriam na população, é importante compreender como é que os nossos produtos sem fumo são percecionados e como é que os consumidores se irão comportar face a estes produtos.

 

 

PBA

   

What is the effect of RRPs

   

A comunicação é fundamental

É importante que os consumidores percebam que os nossos produtos sem fumo não estão isentos de riscos. Foram concebidos e pensados para os fumadores adultos que, de outra forma, continuariam a fumar. Estes produtos não são para pessoas que nunca fumaram ou para ex-fumadores. Por conseguinte, é fundamental que a comunicação direcionada para fumadores seja eficaz. Conforme explicado na secção “Compreender a redução de risco”, só será possível conseguir obter o maior impacto positivo na saúde da população se os atuais fumadores adotarem por completo os produtos sem fumo.

Realizámos vários estudos baseados em inquéritos e questionários para aferir o efeito da introdução de produtos sem fumo relativamente a:

1. Padrões de comportamento no consumo de tabaco entre fumadores adultos

2. Iniciação de consumo de tabaco entre adultos não-fumadores

3. A compreensão pelo consumidor das mensagens sobre os produtos e perceção de riscos

Pode consultar os nossos cartazes e apresentações científicas para ficar a par dos últimos resultados.

Os produtos sem fumo foram concebidos para diminuir os efeitos nocivos causados pelo consumo de cigarros. Destinam-se exclusivamente aos fumadores adultos que, de outra forma, continuariam a usar tabaco ou nicotina. Não se destinam aos fumadores que deixaram de consumir tabaco e nicotina, nem às pessoas que nunca usaram cigarros ou outros produtos de tabaco. Mais, estes produtos não devem ser utilizados como dispositivo de cessação tabágica.

As nossas descobertas

Comprometemo-nos a partilhar os resultados da nossa investigação à medida que o desenvolvimento e a avaliação científica dos nossos produtos progridem. Leia quais os nossos avanços mais importantes sustentados por artigos revistos por pares, apresentações e ensaios clínicos registados.

O que aprendemos até ao momento…