O processo de desenvolvimento das nossas plataformas segue o princípio de “Qualidade do Projeto”. Isto significa que as plataformas são projetadas especificamente para eliminar ou reduzir os níveis de constituintes nocivos e potencialmente nocivos que se encontram no aerossol, quando comparado com os que se encontram no fumo dos cigarros.

A Ciência dos Aerossóis

 

 

As partículas de tamanho muito pequeno como, por exemplo, gotículas ou partículas sólidas muito pequenas, não assentam quando estão rodeadas de gás; em vez disso formam uma mistura suspensa a que se chama aerossol.

A Ciência dos Aerossóis desempenha um papel fundamental no desenvolvimento dos produtos sem fumo. A caracterização química do aerossol aspirado é obrigatória uma vez que as substâncias químicas dos aerossóis são absorvidas pelo organismo e têm efeitos biológicos.

O fumo do cigarro é um tipo de aerossol; além das gotículas de água, contém mais de 6000 substâncias químicas diferentes identificadas até à data. As partículas sólidas à base de carbono estão também presentes no fumo do cigarro, que é produzido como resultado da combustão do tabaco.

Os produtos de tabaco aquecido e os produtos de e-vapor também produzem aerossóis, porém estes são distintos do fumo do cigarro na sua composição. Uma vez que estes produtos foram concebidos para serem utilizados sem combustão, as partículas sólidas à base de carbono não estão presentes nos seus aerossóis, apenas gotículas líquidas.

 


O fumo do cigarro é um tipo de aerossol; além das gotículas de água, contém mais de 6000 substâncias químicas diferentes identificadas até à data. As partículas sólidas à base de carbono estão também presentes no fumo do cigarro, que é produzido como resultado da combustão do tabaco.

As pessoas usam frequentemente a palavra “vapear” quando se referem à utilização dos cigarros eletrónicos, e ao aerossol propriamente dito chama-se frequentemente “vapor”.


A Química dos Aerossóis

Quais são os compostos que se encontram nos aerossóis sem combustão e no fumo dos cigarros?

 

Na PMI, há mais de uma década que estudamos a composição química de uma variedade de aerossóis.

Tendo como base diretrizes e regulamentações de várias autoridades de saúde, como a OMS1, a FDA2 e a HC3, consolidámos uma lista de 58 substâncias químicas que são relevantes para a análise do fumo dos cigarros e dos aerossóis sem combustão.

 

A lista inclui constituintes que podem constituir um risco para a saúde dos seres humanos – motivo pelo qual os nossos produtos foram especificamente concebidos para os reduzir até aos níveis mais baixos possíveis. Através de monitorização cuidadosa, conseguimos determinar se podemos atingir eficazmente o nosso objetivo de eliminar, ou de reduzir substancialmente, estes constituintes.

Além de apontarmos constituintes conhecidos, fazemos também análises para identificar constituintes que possam resultar da evolução dos nossos produtos. Os nossos cientistas tiveram de ultrapassar desafios analíticos para identificar e quantificar estes constituintes devido à diversidade das suas substâncias químicas.

 

 

Platform 1 on average

Did you know?

Platform 1 on average emits 90-95% lower levels of HPHCs compared to a reference 3R4F research cigarette

Exploring the unknown

How do we screen for new compounds when we explore the unknown?

PMI 58 list of harmful

The PMI-58 list of harmful and potentially harmful constituents

What chemicals belong to the list of 58 components and why these ones?

[1] WHO Study Group on Tobacco Product Regulation Report on the Scientific Basis of Tobacco Product Regulation

[2] Harmful and Potentially Harmful Constituents in Tobacco Products and Tobacco Smoke; Established List

[3] Tobacco Reporting Regulations (SOR/2000-273)

A Física dos Aerossóis – Tamanho das Partículas dos Aerossóis

O tamanho das gotículas em qualquer aerossol de produtos sem fumo desempenha um papel fundamental na aspiração. As gotículas dos aerossóis sem fumo não têm todas o mesmo tamanho: encontram-se no intervalo dos micrómetros e a maioria das partículas tem de ser mais pequena do que 2,5 micrómetros para ser respirável.


 

 

 

A medição do tamanho das gotículas de aerossóis de produtos sem fumo conduziu ao desenvolvimento de novas técnicas, na medida em que os métodos clássicos não estavam preparados para sistemas tão apurados e em tão rápida mudança como é o caso dos aerossóis resultantes da ausência de combustão, e sem fumo.

O tamanho certo das partículas é a garantia de que a nicotina é fornecida eficientemente. A monitorização do tamanho das gotículas não é apenas importante para avaliar os efeitos biológicos da aspiração de aerossóis. Com efeito, também nos permite compreender se os nossos produtos mantêm um comportamento coerente em condições diferentes.

 

 

Aerosol Droplet Size Distribution Measurement Instruments

PD_Distribution-Measurement
As gotículas têm de medir menos de 2.5 micrometros para serem respiráveis

As gotículas do aerossol não têm todas a mesma dimensão

 

Qualidade do Ar Interior

 

Os produtos sem fumo foram também concebidos para reduzir o número de substâncias químicas libertadas para um determinado espaço em comparação com as quantidades libertadas pelo fumo do cigarro.

 


 


 

Assessing Indoor Air Quality for RRPs

Produtos no laboratório e produtos na vida real

Estabilidade e Robustez

 

 

 

O que acontece quando os nossos produtos saem do laboratório? Podem permanecer guardados durante um determinado período de tempo e podem estar expostos a grandes variações em condições de humidade e temperatura, dedicando-se um particular cuidado a estes parâmetros.

Temos também em consideração o facto de haver pessoas diferentes com hábitos igualmente diferentes no que respeita à aspiração e que estes comportamentos podem ser muito diferentes das condições por nós simuladas em laboratório, a menos que utilizemos uma variedade de regimes de aspiração.

Por conseguinte, para ter a certeza de que as nossas medições não se alteram em condições da vida real, testamos os nossos produtos numa variedade de condições que se assemelham a cenários prováveis. Utilizamos estes resultados para melhorar continuamente a conceção das plataformas. Desta forma, quando os produtos são utilizados na vida real, há a certeza de que a composição do aerossol permanecerá dentro de parâmetros definidos e compreendidos.

Execution stage IIS

Product Stability & Robustness

 

O desenvolvimento de produtos robustos é apenas o primeiro passo em direção a um futuro sem fumo. Os testes de toxicidade, os estudos clínicos e a aceitação pelo consumidor fornecem informações valiosas que são continuamente aplicadas à conceção do nosso produto com vista à concretização do nosso objetivo final de impactar de forma positiva a saúde da população.